Sexta, 24 Novembro 2017

NERBA - Associação Empresarial - Ficha de Projeto Exportar + | Valorização dos Recursos da Região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega

Ficha de Projeto Exportar + | Valorização dos Recursos da Região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega

Ficha de Projeto

Exportar + Valorização dos Recursos da Região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega

 

 

Projeto co financiado por 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Aviso: NORTE-02-0752-FEDER-000019

Designação SISTEMA DE APOIO ÀS AÇÕES COLETIVAS PARA TERRITÓRIOS DE BAIXA DENSIDADE - “INTERNACIONALIZAÇÃO”

Programa Operacional Programa Operacional Regional do Norte

Eixo Prioritário Competitividade das Pequenas e Médias Empresas

Objetivo Temático: Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas

Designação O desenvolvimento e aplicação de novos modelos empresariais para as PME, especialmente no que respeita à internacionalização.

Plano Estratégico

Beneficiário líder: NERVIR ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL, 502280271        

Beneficiário 1:NERBA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO DISTRITO DE BRAGANÇA, 502280344        

Beneficiário 2: ACISAT- ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO ALTO TÂMEGA, 501132333       

Estrutura de Financiamento:

Investimento Total 621 889,23 €

Investimento Elegível 616 713,95 €

Investimento Não Elegível 5 175,28 €

Contribuição Comunitária 524 206,86 €

Financiamento Privado 92 507,09 €

Taxa de comparticipação 85%

 

Data de Início do projeto: 01-01-2016

Data de Fim do projeto: 31-12-2017

Síntese do projeto

O Projeto EXPORTAR+ | Valorização dos Recursos da Região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega é uma operação no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC), enquadrada no Aviso de Abertura de Concurso NORTE - 52 - 2015 - 07 do Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 (PO Norte 2020), mais especificamente na tipologia 'Internacionalização', de acordo com a alínea o Ponto 3 do referido Aviso de Abertura de Concurso, e o disposto no nº 4 do Art.º 128 da Portaria 57-A/2015 (RECI).

É desenvolvido em consórcio pela NERVIR – Associação Empresarial (beneficiário líder/chefe de fila), NERBA – Associação Empresarial do Distrito de Bragança, e ACISAT – Associação Empresarial do Alto Tâmega, em colaboração com as Comunidades Intermunicipais do Alto Tâmega, em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e o Instituto Politécnico de Bragança. O Projeto beneficiará ainda da colaboração das Comunidades Intermunicipais do Alto Tâmega, Doutro e Terras de Trás-os-Montes, na qualidade de facilitadores das Ações a desenvolver no território. O Projeto tem um âmbito geográfico de intervenção que abrange as NUT III correspondentes – Alto Tâmega, Douro e Terras de Trás-os-Montes.

Entidades Promotoras: Nervir; Nerba e Acisat.

Parceiros:

Instituições de Ensino Superior:

IPB -Instituto Politécnico de Bragança

UTAD -Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Comunidades Intermunicipais:

CIMAT -Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega

CIMD -Comunidade Intermunicipal do Douro

CIMTTM -Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes | Trás-os-Montes

 

Descrição e objetivos do Projeto

O Projeto tem como objetivo central potenciar o sucesso da internacionalização das PME da região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega, através de um melhor conhecimento sobre os mercados e do estímulo a iniciativas coletivas de cooperação interempresarial, para a internacionalização dos bens e serviços produzidos na região, assente na estratégia regional de especialização inteligente (RIS3)

Metodologia de Implementação

Para dar resposta aos objetivos foram definidas quatro Ações, que se consubstanciam num conjunto de atividades:

1. Identificar e dinamizar fileiras económicas prioritárias com maior potencial de internacionalização (smart specialisation), através de um trabalho inicial de base territorial descentralizada para identificar empresas com potencial exportador, e a criação de grupos de trabalho interempresas, numa metodologia de intervenção baseada na organização das mesmas por fileiras/sectores económicos prioritários para a abordagem dos mercados internacionais;

2. Identificar e caracterizar oportunidades de mercado internacionais de destino para as fileiras económicas prioritárias, através de trabalho exaustivo de identificação de reais oportunidades de negócio nos mercados internacionais para as fileiras identificadas, e ainda o planeamento e realização um conjunto de ações exploratórias  de intercâmbio na região e nos mercados externos; 

3. Desenvolver um programa de Apoio à Internacionalização das fileiras económicas prioritárias, através da definição e elaboração de planos de ação de curto e médio prazo para a Internacionalização das fileiras/sectores prioritários identificados;

4. Criar Gabinetes de Apoio à Internacionalização, com um carácter complementar às ações descritas anteriormente, e uma natureza transversal no apoio a todas as empresas envolvidas no projeto, incluindo as empresas/mercados/fileiras onde não haja massa crítica suficiente para criar grupos de trabalho referidos anteriormente. 

 

 

Publicado em Fichas de Projetos
Classifique este item
(0 votos)

Siga-nos