Sexta, 24 Novembro 2017

NERBA - Associação Empresarial - Projetos Cofinanciados

Projetos Cofinanciados

Projetos Cofinanciados (8)

Ficha de Projeto

Centro Qualifica

 

poch

 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Entidade Beneficiária: 502280344, NERBA - Associação Empresarial do Distrito de Bragança

N.º da candidatura: AVISO n.º POCH-70-2017-04

Título da operação 3.1. Centro Qualifica

Eixo Prioritário 13 - Aprendizagem, qualificação ao longo da vida e reforço da empregabilidade

Prioridade de Investimento 10.iii  Melhoria da igualdade de acesso à aprendizagem ao longo da vida para todas as faixas etárias em contextos formais, não-formais e informais, atualização do conhecimento, das aptidões e das competências dos trabalhadores, e promoção de percursos de aprendizagem flexíveis, inclusive através de orientação profissional e da validação das competências adquiridas.

Tipologia da intervenção 70  Aprendizagem ao longo da vida

 Programa Operacional Capital Humano

Fundo - Fundo Social Europeu

Modalidade de Financiamento:

Contribuição Fundo €135.707,37

Contribuição Pública Nacional €23.948,36

            Orçamento do Estado €23.948,36

Financiamento Público €159.655,73

Data de Início do projeto: 01-02-2017

Data de Fim do projeto: 30-09-2018

Síntese do projeto

O Centro Qualifica do NERBA-AE é um centro especializado na qualificação de adultos, vocacionados para a informação, o aconselhamento e o encaminhamento para ofertas de educação e formação profissional de adultos com idade igual ou superior a 18 anos que procuram uma qualificação.

Objetivos

 Elevar o nível de qualificação da população adulta e reforçar a orientação dos jovens que não se encontram em situação de emprego nem a frequentar qualquer ação de educação ou de formação (NEET).

Resultados contratualizados

Jovens e adultos inscritos 800
Jovens e adultos orientados e encaminhados, relativamente aos inscritos 90%
Adultos não desistentes no processo RVCC 90%

 

Metodologia de Implementação

  • Criar uma "porta aberta" funcionando como plataforma de ofertas educativas/formativas, dando acesso aos jovens e adultos, a uma qualificação de nível básico e nível secundário, elevando os níveis de certificação, conferindo valor social às aprendizagens adquiridas ao longo da vida;
  • Reforçar a empregabilidade/qualidade e manutenção do emprego, evidenciando as mais-valias para os ativos do aumento da sua certificação escolar, como meio de aceder a outras qualificações, formação profissional ou carteiras profissionais;
  • Desenvolver competências pessoais/profissionais potenciadoras da Igualdade de Oportunidades e Género, através de sinergias com outros projetos.
  • Continuar a criar instrumentos e produtos inovadores que facilitem a desocultação de competências e a apreensão do referencial de competências-chave por parte do candidato;
  • Reforçar a implantação e reconhecimento do Centro qualifica na Região, pela sua metodologia de trabalho e potenciar a rede de parceiros;
  • Continuar a promover e reforçar a rede de partilha de práticas dentro da NUT III, potenciando a partilha de novos instrumentos, soluções/respostas para as necessidades que surgem no terreno.

Ficha de Projeto

Inova PME - Projeto Melhoria Empresarial

 

 

Projeto Cofinanciado por

 

compete1

 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Designação do projeto: Inova PME - Projeto Melhoria Empresarial

Código do projeto: POCI-02-0853-FEDER-000056

Objetivo principal:  Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas

Região de intervenção: Norte

Programa Operacional: Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (PO CI)

Entidade Beneficiária: 502280344 NERBA - Associação Empresarial do Distrito de Bragança

 

Data de aprovação: 11-05-2015

Data de Início: 09-07-2015

Data de conclusão: 30-07-2017

 

Estrutura de Financiamento:

Custo total elegível: €762.541,18

Apoio financeiro da União Europeia: FEDER - €421.304,00

Apoio financeiro público/nacional regional: Não aplicável


Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos

O Projeto Inova PME - Projeto Melhoria Empresarial pretende atuar fundamentalmente nas áreas de Inovação organizacional e gestão, da economia digital e tecnologias de informação e comunicação (TIC) e no reforço da competitividade com recurso ao Programa Operacional (PO) Competitividade e Internacionalização.

Plano de Intervenção

Ação Produto Execução

Competências e Sistemas de gestão

Consultoria para Implementação e Certificação pela norma NP EN IS0 9001 4 empresas 100%
Consultoria para Implementação e Certificação da norma ISO 22000 2 empresas 100%
Consultoria em gestão Estratégica e Reengenharia de Processos 5 empresas 100%
       

Competências de Marketing e Inovação digital

Elaboração do Plano de Marketing 10 empresas 100%
Elaboração de Catálogo virtual de produtos/serviços 10 empresas 100%
Criação/Desenvolvimento de Website 9 empresas 100%
Opção e-commerce 4 empresas 100%
Vídeo Promocional de cada empresa 10 empresas 100%
Vídeo de Disseminação de Resultados 1 video 100%
Software de gestão 10 empresas 100%
Equipamentos informáticos 8 empresas 100%
Medições e ensaios/calibrações 3 empresas 100%
Portal e PME http://inovapme.pt/pt/ 100%
Aplicação para dispositivos móveis 10 empresas 100%

Página web: http://inovapme.pt/pt/

Ficha de Projeto

Formação Modular para Empregados e Desempregados

 

POISE PT2020 FSE

 

Aviso: PO ISE-24-2016-04 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Entidade Beneficiária: 502280344, NERBA - Associação Empresarial do Distrito de Bragança

N.º da candidatura: PO ISE 01-3524-FSE-001352

Título da operação Formação Modular para Empregados e Desempregados

Eixo Prioritário 1 - Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego

Prioridade de Investimento 8.v - Adaptação à mudança dos trabalhadores, das empresas e dos empresários

Tipologia da intervenção 1.08 - Formação modular para empregados e desempregados

Programa Operacional Inclusão Social e Emprego

Fundo - Fundo Social Europeu

Modalidade de Financiamento:

Contribuição Fundo €229.075,01

Contribuição Pública Nacional €40.425,00

            Orçamento do Estado €40.425,00

Financiamento Público €269.500,01

Data de Início do projeto: 15-11-2016

Data de Fim do projeto: 14-05-2018

Síntese do projeto

Como refere o Aviso N.º PO ISE-24-2016-04, página 4 “(...) a presente tipologia de operações é prioritariamente dirigida à formação para empregados. Nestes termos e face às metas estabelecidas no Programa Operacional, para o presente aviso, só serão aceites, para efeitos de financiamento as candidaturas em que, pelo menos, 85% dos participantes sejam ativos empregados.”

São elegíveis as ações de formação modular certificadas, reguladas pelo disposto na Portaria n.º 230/2008, de 7 de março, com a redação dada pelas Portarias n.º 711/2010, de 17 de agosto e n.º 283/2011, de 24 de outubro, que a republica, estruturadas sob a forma de Unidades de Formação de Curta Duração (UFCD), de nível 2 a 4 do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ), realizadas de acordo com os referenciais previstos no Catálogo Nacional de Qualificações (CNQ) disponível em www.catalogo.anq.gov.pt, no quadro de um determinado percurso formativo, com vista à obtenção de uma qualificação correspondente a uma determinada saída profissional.

Serão abrangidas 19 áreas de educação e formação.

Objetivos

  • Contribuir para o aumento das competências e qualificações necessárias para empregados e desempregados do distrito de Bragança, através da realização de 96.250 horas de formação.
  • Introduzir factores de inovação, promovendo a qualificação em 19 áreas de formação, procurando introduzir uma nova visão que permita a inclusão de factores de modernidade, inovação e capacidade empresarial que permita contribuir para o desenvolvimento económico e social da região.
  • Mobilizar as entidades empregadoras para a formação de profissionais qualificados e preparados para o exercício de uma determinada função, mas também para o combate ao desemprego e exclusão social.
  • Contribuir para o aumento desejável do volume de negócios médio por pessoa, aumentando inclusive a taxa de empregabilidade no território.

Indicadores de realização e resultado do concurso

Indicador de realização Participantes[1] empregados na formação 2083
Participantes desempregados, incluindo DLD, na formação 367
Indicador de resultado Participantes empregados que obtiveram certificação 96%
Participantes desempregados, incluindo DLD, que obtiveram certificação[2] 90%

Metodologia de Implementação

Garantir o acesso a módulos de formação de curta duração, capitalizáveis, realizados no quadro de um determinado percurso formativo, com vista à obtenção de uma qualificação correspondente a uma determinada saída profissional, através da realização de formação modular certificada (FMC).

Estas ações podem ser desenvolvidas no quadro de processos de reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC) adquiridas em diferentes contextos.

 


[1] Para efeitos de apuramento, a contratualização dos participantes deve ser efectuada por UFCD e não por percurso
[2] Para efeitos de obtenção de certificação, considera-se a certificação na UFCD.

Ficha de Projeto

INOVAR + | Promoção da Inovação na Região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega

 

Projeto co financiado por 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Aviso: NORTE-02-0853-FEDER-000023

Designação SISTEMA DE APOIO ÀS AÇÕES COLETIVAS PARA TERRITÓRIOS DE BAIXA DENSIDADE - “QUALIFICAÇÃO”

Programa Operacional Programa Operacional Regional do Norte

Eixo Prioritário Competitividade das Pequenas e Médias Empresas

Objetivo Temático: Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas

Prioridade de Investimento: A concessão de apoio à criação e ao alargamento de capacidades avançadas de desenvolvimento de produtos e serviços;

Plano Estratégico

Beneficiário líder: NERBA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO DISTRITO DE BRAGANÇA, 502280344  

Beneficiário 1: NERVIR ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL, 502280271        

Beneficiário 2: ACISAT- ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO ALTO TÂMEGA, 501132333       

Estrutura de Financiamento:

Investimento Total 592 248,89 €

Investimento Elegível 592 248,89 €

Investimento Não Elegível 0 €

Contribuição Comunitária 503 411,56 €

Financiamento Privado 88 837,33 €

Taxa de comparticipação 85%

 

Data de Início do projeto: 01-01-2016

Data de Fim do projeto: 31-12-2017

Síntese do projeto

O projeto INOVAR+ é uma operação candidata ao Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC), enquadrada no Aviso de Abertura de Concurso NORTE - 53 - 2015 - 08 do Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 (PO Norte 2020), mais especificamente na tipologia 'Qualificação', de acordo com o Ponto 3 do referido Aviso de Abertura de Concurso, e o disposto no nº 5 do Art.º 128 da Portaria 57-A/2015 (RECI).

A operação caracteriza-se por articular duas metodologias de intervenção: de base territorial, suprindo falhas de mercado ao nível
da disseminação de práticas inovadoras nas empresas; e de base sectorial/fileira económica, através da dinamização de um ecossistema regional de inovação que estimule e apoie o surgimento de novos produtos e serviços, definindo temáticas prioritárias de abordagem (smart specialisation), em linha com as áreas definidas na EREI Norte.

Entidades Promotoras: Nervir; Nerba e Acisat.

Parceiros:

Instituições de Ensino Superior:

IPB -Instituto Politécnico de Bragança

UTAD -Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Comunidades Intermunicipais:

CIMAT -Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega

CIMD -Comunidade Intermunicipal do Douro

CIMTTM -Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes | Trás-os-Montes

 

Descrição e objetivos do Projeto

O Projeto tem como objetivo central o reforço da capacitação empresarial das PME da região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega para o desenvolvimento de processos de inovação, estimulando o trabalho em rede através da criação de comunidades de inovação assentes na estratégia regional de especialização inteligente (RIS3), da ligação das empresas ao ensino superior, do desenvolvimento de projetos inovadores, com vista ao desenvolvimento de novos bens e serviços, ao aumento da
produtividade e capacidade de criação de valor.

Metodologia de Implementação

O Projeto contempla uma abordagem inovadora pela combinação metodológica de uma intervenção de base territorial, permitindo a realização de ações desconcentradas em todos os concelhos das NUT III, e uma Intervenção de base sectorial onde serão aplicados os princípios da smart specialisation, para a definição de uma estratégia empresarial que promova dinâmicas e processos de inovação no seio das empresas, e nos seus produtos e serviços.

 

Ficha de Projeto

Exportar + Valorização dos Recursos da Região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega

 

 

Projeto co financiado por 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Aviso: NORTE-02-0752-FEDER-000019

Designação SISTEMA DE APOIO ÀS AÇÕES COLETIVAS PARA TERRITÓRIOS DE BAIXA DENSIDADE - “INTERNACIONALIZAÇÃO”

Programa Operacional Programa Operacional Regional do Norte

Eixo Prioritário Competitividade das Pequenas e Médias Empresas

Objetivo Temático: Reforçar a competitividade das pequenas e médias empresas

Designação O desenvolvimento e aplicação de novos modelos empresariais para as PME, especialmente no que respeita à internacionalização.

Plano Estratégico

Beneficiário líder: NERVIR ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL, 502280271        

Beneficiário 1:NERBA ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO DISTRITO DE BRAGANÇA, 502280344        

Beneficiário 2: ACISAT- ASSOCIAÇÃO EMPRESARIAL DO ALTO TÂMEGA, 501132333       

Estrutura de Financiamento:

Investimento Total 621 889,23 €

Investimento Elegível 616 713,95 €

Investimento Não Elegível 5 175,28 €

Contribuição Comunitária 524 206,86 €

Financiamento Privado 92 507,09 €

Taxa de comparticipação 85%

 

Data de Início do projeto: 01-01-2016

Data de Fim do projeto: 31-12-2017

Síntese do projeto

O Projeto EXPORTAR+ | Valorização dos Recursos da Região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega é uma operação no âmbito do Sistema de Apoio a Ações Coletivas (SIAC), enquadrada no Aviso de Abertura de Concurso NORTE - 52 - 2015 - 07 do Programa Operacional Regional do Norte 2014-2020 (PO Norte 2020), mais especificamente na tipologia 'Internacionalização', de acordo com a alínea o Ponto 3 do referido Aviso de Abertura de Concurso, e o disposto no nº 4 do Art.º 128 da Portaria 57-A/2015 (RECI).

É desenvolvido em consórcio pela NERVIR – Associação Empresarial (beneficiário líder/chefe de fila), NERBA – Associação Empresarial do Distrito de Bragança, e ACISAT – Associação Empresarial do Alto Tâmega, em colaboração com as Comunidades Intermunicipais do Alto Tâmega, em parceria com a Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e o Instituto Politécnico de Bragança. O Projeto beneficiará ainda da colaboração das Comunidades Intermunicipais do Alto Tâmega, Doutro e Terras de Trás-os-Montes, na qualidade de facilitadores das Ações a desenvolver no território. O Projeto tem um âmbito geográfico de intervenção que abrange as NUT III correspondentes – Alto Tâmega, Douro e Terras de Trás-os-Montes.

Entidades Promotoras: Nervir; Nerba e Acisat.

Parceiros:

Instituições de Ensino Superior:

IPB -Instituto Politécnico de Bragança

UTAD -Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro

Comunidades Intermunicipais:

CIMAT -Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega

CIMD -Comunidade Intermunicipal do Douro

CIMTTM -Comunidade Intermunicipal das Terras de Trás-os-Montes | Trás-os-Montes

 

Descrição e objetivos do Projeto

O Projeto tem como objetivo central potenciar o sucesso da internacionalização das PME da região de Terras de Trás-os-Montes, Douro e Alto Tâmega, através de um melhor conhecimento sobre os mercados e do estímulo a iniciativas coletivas de cooperação interempresarial, para a internacionalização dos bens e serviços produzidos na região, assente na estratégia regional de especialização inteligente (RIS3)

Metodologia de Implementação

Para dar resposta aos objetivos foram definidas quatro Ações, que se consubstanciam num conjunto de atividades:

1. Identificar e dinamizar fileiras económicas prioritárias com maior potencial de internacionalização (smart specialisation), através de um trabalho inicial de base territorial descentralizada para identificar empresas com potencial exportador, e a criação de grupos de trabalho interempresas, numa metodologia de intervenção baseada na organização das mesmas por fileiras/sectores económicos prioritários para a abordagem dos mercados internacionais;

2. Identificar e caracterizar oportunidades de mercado internacionais de destino para as fileiras económicas prioritárias, através de trabalho exaustivo de identificação de reais oportunidades de negócio nos mercados internacionais para as fileiras identificadas, e ainda o planeamento e realização um conjunto de ações exploratórias  de intercâmbio na região e nos mercados externos; 

3. Desenvolver um programa de Apoio à Internacionalização das fileiras económicas prioritárias, através da definição e elaboração de planos de ação de curto e médio prazo para a Internacionalização das fileiras/sectores prioritários identificados;

4. Criar Gabinetes de Apoio à Internacionalização, com um carácter complementar às ações descritas anteriormente, e uma natureza transversal no apoio a todas as empresas envolvidas no projeto, incluindo as empresas/mercados/fileiras onde não haja massa crítica suficiente para criar grupos de trabalho referidos anteriormente. 

 

 

Ficha de Projeto

Formação Modular para Empregados e Desempregados

 

POISE PT2020 FSE

 

Aviso: PO ISE-24-2016-04

 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Entidade Beneficiária: 502280344, NERBA - Associação Empresarial do Distrito de Bragança

N.º da candidatura: PO ISE 01-3524-FSE-001352

Título da operação Formação Modular para Empregados e Desempregados

Eixo Prioritário 1 - Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego

Prioridade de Investimento 8.v - Adaptação à mudança dos trabalhadores, das empresas e dos empresários

Tipologia da intervenção 1.08 - Formação modular para empregados e desempregados

Programa Operacional Inclusão Social e Emprego

Fundo - Fundo Social Europeu

 

Modalidade de Financiamento:

Contribuição Fundo €229.075,01

Contribuição Pública Nacional €40.425,00

            Orçamento do Estado €40.425,00

Financiamento Público €269.500,01

Data de Início do projeto: 15-11-2016

Data de Fim do projeto: 14-05-2018

 

Síntese do projeto

Como refere o Aviso N.º PO ISE-24-2016-04, página 4 “(...) a presente tipologia de operações é prioritariamente dirigida à formação para empregados. Nestes termos e face às metas estabelecidas no Programa Operacional, para o presente aviso, só serão aceites, para efeitos de financiamento as candidaturas em que, pelo menos, 85% dos participantes sejam ativos empregados.”

São elegíveis as ações de formação modular certificadas, reguladas pelo disposto na Portaria n.º 230/2008, de 7 de março, com a redação dada pelas Portarias n.º 711/2010, de 17 de agosto e n.º 283/2011, de 24 de outubro,que a republica, estruturadas sob a forma de Unidades de Formação de Curta Duração (UFCD), de nível 2 a 4 do Quadro Nacional de Qualificações (QNQ), realizadas de acordo com os referenciais previstos no Catálogo Nacional de Qualificações (CNQ) disponível em www.catalogo.anq.gov.pt, no quadro de um determinado percurso formativo, com vista à obtenção de uma qualificação correspondente a uma determinada saída profissional.

Serão abrangidas 19 áreas de educação e formação.

Objetivos

  • Contribuir para o aumento das competências e qualificações necessárias para empregados e desempregados do distrito de Bragança, através da realização de 96.250 horas de formação.
  • Introduzir factores de inovação, promovendo a qualificação em 19 áreas de formação, procurando introduzir uma nova visão que permita a inclusão de factores de modernidade, inovação e capacidade empresarial que permita contribuir para o desenvolvimento económico e social da região.
  • Mobilizar as entidades empregadoras para a formação de profissionais qualificados e preparados para o exercício de uma determinada função, mas também para o combate ao desemprego e exclusão social.
  • Contribuir para o aumento desejável do volume de negócios médio por pessoa, aumentando inclusive a taxa de empregabilidade no território.

Indicadores de realização e resultado do concurso

Indicador de realização Participantes[2] 90%

 

Metodologia de Implementação

Garantir o acesso a módulos de formação de curta duração, capitalizáveis, realizados no quadro de um determinado percurso formativo, com vista à obtenção de uma qualificação correspondente a uma determinada saída profissional, através da realização de formação modular certificada (FMC).

Estas ações podem ser desenvolvidas no quadro de processos de reconhecimento, validação e certificação de competências (RVCC) adquiridas em diferentes contextos.

 


[2]Para efeitos de obtenção de certificação, considera-se a certificação na UFCD.

Ficha de Projeto

Empreender+.tec - Promoção do Empreendedorismo Tecnológico na Região de Trás-os-Montes e Alto Douro

Projeto co financiado por 

 

Identificação e Enquadramento do projeto:

Aviso: NORTE-51-2015-04-Sistema de Apoio às Ações Coletivas – Promoção do Espírito Empresarial

N.º da operação: NORTE-02-0651-FEDER-000020

Designação da operação: Promoção do Empreendedorismo Tecnológico na Região de Trás-os-Montes e Alto Douro (EMPREENDER+.tec)

Tipologia de intervenção: 51 - Empreendedorismo qualificado e criativo

Programa Operacional: NORTE 2020 - Programa Operacional Regional do Norte 2014/2020

Fundo:

Beneficiário Coordenador: 600013758, Instituto Politécnico de Bragança

Cobeneficiário 1: 502280344, NERBA - Associação Empresarial do Distrito de Bragança

Cobeneficiário 2: 508767229, Associação para o Desenvolvimento do Brigantia Ecopark

 

Estrutura de Financiamento:

Investimento Total €590.875,00

Investimento Elegível €590.875,00

Fundo: €502.243,75

 

Taxa de comparticipação 85%

Data de Início do projeto: 01-07-2016

Data de Fim do projeto: 30-06-2018

 

Síntese do projeto

O projeto Empreender+.tec pretende promover o espírito empreendedor de índole tecnológico na região NUTS III das Terras de Trás-os-Montes.

Para tal, será criada uma R2PE - Rede Regional de Promoção do Empreendedorismo, desenvolvida uma Base de Conhecimento e de Apoio à Inovação Tecnológica, e organizado um Concurso de ideias de negócio de base tecnológica.

Pretende-se que a criação de empresas de base tecnológica sirva de veículo para a dinamização da economia regional, utilizando ativos locais, nomeadamente estruturas já instaladas e “know-how” existente nas instituições locais. Desta forma, a comunidade de empreendedores regionais terá acesso facilitado a serviços especializados de proximidade, associados em rede de forma sinérgica.

A parceria responsável pela execução das ações referidas é constituída pelo Instituto Politécnico de Bragança (IPB), pelo Parque de Ciência e Tecnologia de Trás-os-Montes e Alto Douro Brigantia EcoPark (PCT TMAD Brigantia-EcoPark), e pela Associação Empresarial do Distrito de Bragança (NERBA).

 

Descrição e objetivos do Projeto

Perspetiva-se o apoio à criação de 10 novas empresas, das quais 3 em sectores de alta e média-alta tecnologia e em serviços intensivos em conhecimento.

Em média, espera-se que cada empresa gere 3 novos postos de trabalho, o que perfaz um total de 30 novos empregos.

No que se refere ao processo de inovação, perspetiva-se a promoção da realização de 15 projetos de transferência de tecnologia e conhecimento, que podem ser materializados em prestação de serviços e/ou consultoria, em particular projetos cofinanciados pelo Sistema de Incentivos às Empresas no âmbito do Portugal 2020.

Prevê-se portanto que 15 empresas beneficiem de subvenções.

Com meta global, estima-se que 100 empresas beneficiem de apoio no âmbito do projeto Empreender+.tec, correspondendo a um aumento de 30 postos de trabalho.

 

Metodologia de Implementação

A metodologia de implementação é baseada nos seguintes aspetos-chave:

1 -   Criação de uma R2PE - Rede Regional de Promoção do Empreendedorismo, com estruturas de apoio locais (uma por Município), apoiadas por um gabinete central instalado no Parque de Ciência e Tecnologia Brigantia Ecopark e por uma plataforma eletrónica integrada de suporte ao empreendedorismo;

2 -   Oferta de serviços de apoio ao empreendedor em todas as fases do processo, desde a geração de ideias (e.g. via contacto com o Sistema Científico e Tecnológico no âmbito de sessões de brokerage), análise preliminar do perfil de empreendedor e da viabilidade da ideia de negócio de base tecnológica, criação do negócio (apoio à definição de modelos de negócio, à realização de estudos de mercado, à conceção do planeamento estratégico da empresa, à formalização e financiamento de negócios, etc.) e coaching (empresarial e tecnológico) durante a consolidação das novas empresas;

3 -   Realização de um Concurso de ideias de negócio de base tecnológica com prémios de relevância, como reconhecimento do contributo do empreendedor para o desenvolvimento local;

4 -   Parceria com a Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes, em particular no que respeita à definição e estabelecimento do Acordo de Parceria para a Rede Regional de Promoção do Empreendedorismo, à instalação de um técnico/gabinete de apoio ao empreendedorismo em cada Município da CIM-TTM, à análise e seleção das candidaturas ao Concurso de ideias de negócio de base tecnológica, e à divulgação das atividades e resultados do projeto

 

Siga-nos